E-SIC (Serviço Eletrônico de Informação ao Cidadão)

A Cidade - Notícias

terça-feira, 24 de janeiro de 2017

PREFEITURA E CONSELHO MUNICIPAL DE ASSISTÊNCIA SOCIAL DEFINEM ESTRATÉGIAS PARA AJUDA ÀS VÍTIMAS DO ALAGAMENTO

PREFEITURA E CONSELHO MUNICIPAL DE ASSISTÊNCIA SOCIAL DEFINEM ESTRATÉGIAS PARA AJUDA ÀS VÍTIMAS DO ALAGAMENTO

Nessa segunda-feira feira reuniram-se, extraordinariamente, na sede da Secretaria de Desenvolvimento Social, os membros do Conselho de Assistência Social para deliberarem sobre as ações da gestão referente a ajuda às vítimas da enchente na Vila Progresso. Duas importantes decisões ficaram acertadas: a primeira referente a abertura, movimentação e fiscalização da conta corrente aberta exclusivamente para receber doações em dinheiro. Já a outra foi a Resolução que autoriza a Secretaria de Desenvolvimento Social da Prefeitura utilizar os recursos financeiros repassados pelo Fundo Estadual de Assistência Social na assistência às famílias atingidas.  

Por unanimidade os membros do Conselho Municipal aprovaram as ações que já estão em execução. 

A presidente do Conselho Municipal, Marisilda Viani Bastos, salientou a importância dessas medidas e que mesmo em momentos de grande urgência os princípios da moralidade, legalidade e a transparência devem ser respeitados e que o Conselho de Assistência Social acompanhará todos os passos na aplicação desses recursos: o plano de ações, a fiscalização do processo e a prestação de contas.

Para o prefeito Jarbinhas, que desde a manhã desta segunda-feira ficou definindo ações junto ao Jurídico da Prefeitura nas questões legais de ajuda às vítimas, agora com a aprovação do Conselho e esta conta bancária aberta, a população, mobilizada como está, fará as doações necessárias às vítimas do alagamento: "Todos nós estamos extremamente comovidos com a situação. Famílias que perderam tudo. Finalizadas as doações de roupas, calçados, produtos de limpeza e alguns móveis,  agora partiremos para as doações financeiras. O povo de Guaxupé e de toda regiao é solidário. Tenho certeza que conseguiremos arrecadar o financeiro suficiente para a aquisição de eletrodomésticos e móveis que ainda estão faltando", disse.