E-SIC (Serviço Eletrônico de Informação ao Cidadão)

A Cidade - Notícias

quarta-feira, 20 de setembro de 2017

PREFEITURA DE GUAXUPÉ ORIENTA POPULAÇÃO NA ECONOMIA DE ÁGUA

PREFEITURA DE GUAXUPÉ ORIENTA POPULAÇÃO NA ECONOMIA DE ÁGUA
Região começa a ser atingida pela seca

 
Nesta semana a Prefeitura de Guaxupé deu início a uma campanha de conscientização da população para a importância da economia de água, especialmente nos afazeres domésticos. O desperdício de água tem sido um fator gerador e determinante de alguns problemas ambientais que o mundo vem enfrentando nas últimas décadas. E por isso, a preservação bem como o uso racional da água é um dos assuntos mais recorrentes desse século, visto os impactos ambientais que o planeta vem sofrendo. Algumas cidades no Sul de Minas já começam a decretar rodízio de abastecimento de água. O nível baixo de água nas nascentes e rios também preocupam autoridades.
 
A estiagem que atinge o Sul de Minas deixa sinais preocupantes no Rio Verde, em Varginha. Até a última sexta-feira, o nível do leito estava 21 centímetros abaixo do normal, parece pouco, mas é suficiente para deixar o paredão de uma antiga usina hidrelétrica completamente exposto. O rio não tem força para ultrapassar a barragem. Outro sinal da seca é no Lago de Furnas. Na sexta-feira, o nível era de 756 metros, 12 metros abaixo do normal.
 
O desperdício de água é derivado do mal-uso desse recurso e do consumo industrial, comercial, residencial e agrícola. Isso tem preocupado a Prefeitura de Guaxupé, que através da Divisão de Meio Ambiente, iniciou um trabalho de conscientização da população.
 
“Estamos vendo esta seca rondar nossa região. Guaxupé ainda não foi atingida por este problema, mas o importante é a prevenção. Portanto, é hora de cada cidadão ter a consciência e economizar água”, explicou Rafaela Soares, diretora de Meio Ambiente da Prefeitura.
 
De acordo com o prefeito Jarbinhas, um trabalho será iniciado entre a Secretaria Municipal de Educação e Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Meio Ambiente: “Nos reunimos e passei a eles a importância de mobilizarmos, principalmente, nossas crianças. Elas são as multiplicadoras de informações que temos neste momento, de dentro para fora da sala de aula. Por isso, preparamos um flyer educativo e cada aluno levará para sua casa. Sabemos que repassarão as informações a seus pais e responsáveis. Juntos, cada um fazendo sua parte, conseguiremos evitar uma possível falta de água em breve em nossa região e nossa cidade”.
 
Além disso, o prefeito deverá se reunir nos próximos dias com os prefeitos da AMOG para tratar do assunto a nível regional.