E-SIC (Serviço Eletrônico de Informação ao Cidadão)

A Cidade - Notícias

quarta-feira, 7 de março de 2018

LIMINAR CONCEDIDA PELA JUSTIÇA PROIBE OBRAS DA COPASA EM VIAS PÚBLICAS SEM AUTORIZAÇÃO DA PREFEITURA

LIMINAR CONCEDIDA PELA JUSTIÇA PROIBE OBRAS DA COPASA EM VIAS PÚBLICAS SEM AUTORIZAÇÃO DA PREFEITURA
 
A Prefeitura de Guaxupé obteve junto à 1ª Vara do Fórum uma liminar que proíbe a COPASA de realizar obras em ruas e calçadas sem autorização da Secretaria Municipal de Obras. A ação de obrigação de não fazer, foi analisada pelo juiz Dr. Milton Furquim, que expediu a liminar no último dia 05 de março, depois do Governo Municipal alegar que as obras, sem controle e autorização da Prefeitura, tem trazido inúmeros transtornos à população de forma geral.
 
De acordo com o prefeito Jarbinhas, desde 2013 o Governo Municipal tem buscado manter um controle sobre as obras que a COPASA realiza em Guaxupé. No entanto, mesmo após inúmeras notificações administrativas, a Companhia não acatou a determinação da Prefeitura e continuou a fazer suas obras nas vias públicas da cidade: “A COPASA vai, abre um buraco e aquilo fica uma semana, duas ou até mais aberto. Quando resolvem tapar o buraco, fazem de qualquer maneira, prejudicando a qualidade seja da rua ou da calçada que o cidadão construiu de frente sua casa”, disse.
 
Jarbinhas citou como exemplo a Rua Aparecida, que possui calçamento de paralelepípedos e que após as obras da COPASA, ficou totalmente irregular: “A Rua Aparecida é histórica. Um calçamento feito há décadas e depois que a COPASA resolveu fazer suas obras por lá, não voltou a ser como antes. Hoje é um verdadeiro tobogã. Basta pegar um carro e passar por ela para ver o que estou dizendo. Obras assim eu não admito na cidade! Se é para fazer qualquer intervenção nas vias públicas, visando levar melhorias à população, que faça bem feito!”, falou o prefeito.
 
Ainda segundo o prefeito o objetivo da Prefeitura não é proibir obras de melhorias à população, mas que tais obras possam ser acompanhadas de perto pela equipe do Obras: “O tempo passa e é necessário que se faça melhorias nas redes de água ou esgoto. Não tem como fugir disso. Mas é preciso ter o comprometimento de um serviço bem feito e de qualidade, dentro daquilo que é pago pelo povo! Portanto, as obras só acontecerão com a aprovação da Secretaria de Obras e acompanhamento da equipe técnica”, finalizou Jarbinhas.