E-SIC (Serviço Eletrônico de Informação ao Cidadão)

A Cidade - Notícias

sexta-feira, 27 de julho de 2018

PREFEITURA DE GUAXUPÉ E COMUNIDADE ASSUMEM REFORMA DE CALÇADA EM ESCOLA DO ESTADO QUE NÃO FOI CONCLUÍDA PELO GOVERNO DE MINAS

PREFEITURA DE GUAXUPÉ E COMUNIDADE ASSUMEM REFORMA DE CALÇADA EM ESCOLA DO ESTADO QUE NÃO FOI CONCLUÍDA PELO GOVERNO DE MINAS
Situação precária da via tem causado transtornos aos pedestres
 
Nesta semana a Prefeitura de Guaxupé foi procurada pela diretora da Escola Estadual Dr. André Cortez Granero, Rosa Maria Pedroza, e pelos vereadores Zettinho e Wilson Tomate para que o Governo Municipal pudesse intervir e colaborar na reforma da calçada localizada no entorno da escola. A obra que deveria ser feita pelo Governo de Minas, orçada no valor de R$52 mil, não foi realizada. A via foi totalmente danificada depois que o Estado fez a instalação de um novo muro no local, há aproximadamente 02 anos.
 
Segundo os vereadores, a precariedade da calçada tem trazido transtorno para quem passa pelo local, principalmente para pessoas cadeirantes, idosas e os próprios estudantes. Por isso, resolveram apoiar a diretora e juntos buscar uma solução na Prefeitura, uma vez que o Governo de Minas não concluiu as obras na escola.
 
De acordo com a diretora Rosa Maria, o Estado realizou a 1ª etapa das obras no Polivalente. A 2ª etapa que deveria ter iniciado há aproximadamente 02 anos, não saiu do papel, embora o Governo de Minas tenha licitado a reforma da calçada e contratado a empresa pelo valor de R$52 mil.
 
A reunião foi conduzida pelo Secretário de Governo e Planejamento, Artur Gonçalves Filho, que prontamente, após contato com o prefeito Jarbinhas, confirmou a parceria da Prefeitura para que a calçada seja reformada: “O prefeito Jarbinhas autorizou a colaboração da Prefeitura na reforma da calçada, uma vez que o Governo de Minas ao que tudo indica, até mesmo por estar com dívidas altíssimas com as Prefeituras e folha de pagamento dos servidores do Estado atrasadas e parceladas, não irá fazer a obra que é tão importante para aquele local. Estamos assumindo este compromisso com a Escola Polivalente, assim como contribuímos, dentro de nossas possibilidades, para a reforma do telhado da Escola Major Zerbini que também chegou a ter parte do prédio interditado porque o Governo do Estado não assumia a reforma do telhado que havia desabado”, falou.
 
Durante a reunião, a diretora explicou que assim que houver o retorno das aulas, os pais serão chamados para uma reunião, onde, aqueles que puderem, contribuirão com a mão de obra. Já a Prefeitura confirmou que irá colaborar com todo o material necessário, inclusive com a construção de rampas de cadeirante naquele local.
 
A reforma da calçada, ao que tudo indica, acontecerá na primeira quinzena de agosto.
 

Galeria de fotos 2 foto(s)